A Nestlé lançou na França uma máquina de chás especiais para serem degustados em cápsulas. Saiba mais sobre a Special T.

A que ponto chegamos? Sim o Google está desenvolvendo um carro que dirige sozinho!

Já imaginou como serão os supermercados no futuro? O Metro Group já!

Novidade para as noivas: estilista de Barcelona lança vestido de noiva aromatizado!

Posted by Renata Bertolini e Eduardo Bertoni | quarta-feira, julho 15, 2009 | 5 comentários

Me lembro muito bem de ter aprendido nas aulas de Geografia que menos de 1% da água do planeta é potável. Desde aquela época, me pareceu muito incoerente o fato de ter tanta água no planeta Terra, que não poderíamos consumir. E ficava a espera de uma tecnologia que viabilizasse seu consumo. Sei que muitos países estão desenvolvendo tecnologias e processos para a dessalinização do mar, mas fiquei realmente impactada e feliz com o comercial da GE, que assisti recentemente (ele está em inglês). Assista abaixo:



É por causa deste tipo de resposta, que sou apaixonada por Inovação!

5 Responses so far.

  1. Mimi says:

    Eu também me perguntava porque tanta água no mundo e não era potável, acho que quem sabe com o tempo isso seja uma realidade, mas se pararmos para pensar, isso poderia nos trazer tb muitos problemas, poiis eu nao me surpreendo com nada vindo do homem.
    nem pro bem, nem pro mal.

  2. Até onde sei o custo para realizar este tipo de ação é muito, mas muito caro mesmo.
    Agora, o fato é que o ser humano estraga os lugares onde a água é potável, além de promover um grande desperdício, sendo o maior predador da própria espécie.

  3. Concordo com vocês que o papel do homem é muito importante neste processo. Entretanto, a própria tecnologia desenvolvida pelo homem, hoje permite a despoluição de rios como o Sena, reparando assim, parte do mal provocado.

  4. Rolando says:

    Vocês não conhecem a Aquamare? Esta empresa é brasileira e produz água dessalinizada com excelente qualidade para consumo humano. www.aquamarewater.com

  5. Muito bom seu blog, parabéns